• MCM Brand Experience

Eventos Digitais: a nova maneira de empreender e se destacar


Segundo o Instagram, em uma entrevista ao site, Business Insider, houve um aumento de 70% no número de transmissões ao vivo na plataforma apenas no mês de março. Isso comprova o quanto as empresas e os empreendedores têm se desenvolvido e buscado novos formatos efetivos para atender esse novo cenário. Mediante a isso, como será que as corporações têm reagido à esse uso obrigatório das ferramentas digitais?


Para Mônica Schimenes, CEO da MCM Brand Group, o impacto da transformação digital nas empresas pode ser visto em vários aspectos, tanto no modo de como elas passam a interagir com o público, bem como nas mudanças de modelo de negócio. “A transformação digital tem que ser usada à favor da empresa, elas devem passar a utilizar tecnologia para melhorar o atendimento, aumentar o alcance de públicos e manter as relações antigas para garantir as vendas em alta”, comenta.


Além disso, é possível dizer que a pandemia trouxe um novo olhar para as perspectivas das empresas, tanto para o presente, quanto para o futuro. É perceptível que mesmo que não se tenha um super sistema tecnológico, as corporações conseguem manter os contatos, mesmo que seja com prazos maiores, buscando alternativas e sendo criativos. Outro ponto é a preocupação que todas as companhias precisam ter com as pessoas. Se preocupar, ser empático e trabalhar em cima da dor de cada um, pois – futuramente – isso também será uma cobrança, todos precisarão desse novo aspecto, principalmente para saber vender e chegar até o seu público final.


Atualmente, com a grande competição, dentro e fora das redes sociais, as empresas têm disputado em mercados cada vez mais dinâmicos e imprevisíveis durante a pandemia. Se reinventar não é mais apenas mudar alguma coisa que não está funcionando, mas virou uma necessidade. Entender o cerne do produto e quem é o seu consumidor também é essencial, pois o futuro das relações está diretamente ligado a entender o que o cliente precisa, fazendo análises e pesquisas.


“Para nós, não são as lives a solução, mas um pensar integrado de estratégias de live marketing e canais de comunicação estruturados em uma jornada de experiências. É importante dizer que uma live bem pensada e bem planejada pode ser incrível, mas um evento digital pode ser muito mais. Neles existem muitas coisas que conseguimos colocar no antes, no depois e – até mesmo – no durante, o que é enriquecedor para a experiência que as marcas podem levar aos seus consumidores”, complementa Schimenes.


Neste momento, é preciso apostar também em conteúdos com boa qualidade, para que as pessoas, que não estão presentes em tempo real nesses eventos, possam ter o mesmo aproveitamento. Além disso, para que daqui alguns meses ou anos, de acordo com as mudanças da pandemia no Brasil e no mundo, esse material ainda possa ser usado ou, até mesmo, ser base para quaisquer outras alterações de rota foram feitas no meio do caminho, dando bagagem e conhecimento para as corporações.


Mas até que ponto os eventos digitais são a solução para qualquer necessidade?

Segundo uma pesquisa do Hubspot – software de vendas e inbound marketing – 85% das pessoas dizem que reuniões e conferências presenciais permitem que elas criem relacionamentos comerciais mais significativos. Então, mesmo com a ajuda em manter relações e aproximar as empresas aos clientes, na realidade, acredita-se que os eventos digitais são soluções que vieram para sanar uma necessidade momentânea, mas não cobrem a necessidade humana da conexão presencial.


“O que temos visto é uma mistura de canais para chegar próximo disso. Montar uma experiência que chegue ao espectador e que comunique que a marca se importa e que está próxima de algum jeito. Seja através de um kit enviado para a casa do convidado ou uma mensagem personalizada, é preciso quebrar a quarta parede do digital e transmitir a sensação que a experiência é tão impactante quanto”, comenta Schimenes.


“Pensando nisso, a MCM Brand Group convidou as empresas a focarem muito mais na estratégia relacionada a gestão da experiência do cliente, pensando na jornada como um todo e não apenas na realização ou não de ações e eventos, oferecendo um portfólio de serviços completamente novo e integrado às novas realidades. Para manter um diálogo de qualidade entre marca e consumidor e comunicar isso, criaram a campanha “Tempo de Significar: O Live Nunca Foi Tão Importante”, focada em ajudar consumidores atuais a criar uma jornada de confiança e dar todo o suporte necessário aos clientes deles nesse momento. “É importante dizer que com esse avanço na introdução de uma cultura mais digital em nossos clientes, nossa evolução quanto empresa, no uso de ferramentas e estratégias vai nos amparar na reinvenção das marcas. Tenho certeza que sairemos dessa crise com um olhar completamente diferente, mais voltada para o ecossistema e na cadeia de valor. Construir projetos que ajudarão a manter e disseminar este novo posicionamento, mais humano, mais inclusivo, mais direto, terá outro foco de oportunidades”, finaliza Mônica.

Em se falando do objetivo de levar a melhor experiência ao consumidor, fazendo com que ele se atente e goste do que está vendo, a MCM Brand Group, conversou com a Bruna Corrêa, Diretora Executiva da HortaVídeos – produtora audiovisual, para saber quais são os erros mais comuns cometidos na comunicação online ao vivo que podem atrapalhar nessa construção. Confira:


• Speakers despreparados – Tal como um evento presencial, os participantes devem preparar seu material/discurso para evitar longas pausas, incongruências, etc.


• Contraluz – O erro mais comum, se posicionar na frente da câmera com a janela atrás de você aberta.


• Falta de objetividade – O estar em casa proporciona muitas distrações. É necessário saber cativar a atenção do espectador, com mais recursos de interação.


• Instabilidade de rede – Infelizmente, às vezes não temos muito controle sobre esse aspecto. O fato é que alguma parcela do público tende a dispersar quando a live está lenta, áudio não sincronizado, etc.


• Duração da transmissão muito longa ou muito curta – Isso dispersa o seu ouvinte, então é importante delimitar um tempo para a transmissão.


• Não informar seu público com antecedência – É fundamental fazer a divulgação do conteúdo para o público, dessa forma eles podem se programar para assistir.


• Ignorar perguntas do público – Interagir com o público, com certeza, é um dos fatores mais importantes. Dessa forma eles se sentem parte do que você está produzindo.


Muito estudo e pesquisa foram as principais alternativas para trazer soluções com diferenciais competitivos para a marca, pois ao entrarem no mercado digital e concorrem com empresas que já faziam isso a mais tempo, foi desenvolvido uma capacidade de pensar em respostas em um momento em que só se fala em problemas, mesmo que isso sempre tenha feito parte do dia a dia de cada empresa. É sempre o momento de se perguntar, como é que podemos fazer, como podemos tornar viável e como continuar a entregar a melhor resultado.


Para a MCM Brand Group, as estratégias digitais sempre foram primordiais e não estão sendo novidade. O que a empresa tem buscado hoje é trazer eventos híbridos, construindo canais e histórias, pois não existe apenas uma solução para as carências digitais, ela precisa passar por diversos os canais e dar oportunidade para todos.


Publicado em: https://abeinfobrasil.com.br/eventos-digitais-a-nova-maneira-de-empreender-e-se-destacar-no-mercado/

0 visualização
  • YouTube ícone social
  • Twitter ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social